sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Lixão se forma no meio do Oceano Pacífico

Quando escutamos falar sobre qualquer problema ambiental, como a poluição dos rios, destruição das matas, o aquecimento global e etc. a maioria da população acredita estar ciente de todos os problemas, e muitas vezes está, não de TODOS, mas daqueles que lhes interessam, mas mesmo assim eles continuam sem se mexer, sem ajudar para tentar mudar aquela situação. Sem contar que muitas vezes só se dá importância aos problemas que lhes afeta diretamente, como a poluição da nascente na qual lhes proporciona água, do rio que lhes oferece pescaria nos finais de semana, o problema é que alguns ainda têm a cara de pau de armar um "forfel" para que esse problema seja resolvido, entretanto, esse mesmo sujeito exagera do uso do seu carro movido a disel, não separa o lixo reciclável, joga lixo nas ruas, e quando vai às praias deixa sua sujeira pela areia. E o pior é que esse último, deixar o lixo nas praias, acarretou em um problema muito grave, mostrado esses dias em uma reportagem no fantástico. Esse lixo é levado para o mar, algumas vezes fica acumulados em meio ao mar por causa da corrente maritima Giro do Pacifico Norte, e outras são levados para costas de outros paises.



É triste, muito triste mesmo, mas é a realidade.

2 comentários:

Jessy disse...

eh TRISTE! nao tenho outra palavra pra isso... aki em casa jah tomamos algumas providencias, como reaproveitar oleo de cozinha fornecendo pra uma pequena fabrica de sabao aki da regiao, adotamos animais de rua, separamos o lixo reciclavel do organico, economizamos agua e energia, e damos preferencia as embalagens retornaveis! sao pequenas açoes sim, mas se todos fizessem o mesmo, nao estaria do jeito q esta...
bjos e parabens pelas postagens sempre mto inteligentes!

zarpa disse...

Legal o comentário aí de cima!